Pontos turísticos: Parco Valentino, Castello e Borgo.

Parque do Valentino

A nossa proxima parada em Torino é outro ponto muito famoso da cidade: o Parco del Valentino é um dos mais antigos parques publicos da capital piemontesa e abriga muitas estruturas culturais e publicas nos seus 421.000 m2. O parque, situado no centro de Torino às margens do rio Po’, é aberto durante todo o dia, todos os dias do ano. A origem do nome nao é precisa: alguns dizem ser de origem romana, outros dizem que herdou o nome de uma antiga capela sediada no local em tempos antigos, dedicada a Sao Valentim. Os projetos de idealizaçao do parque iniciaram no século XVI, mas a construçao em si sò começaria no século XIX, seguindo o projeto do paisagista frances Barrillet-Dechamps.

Parque e Borgo.

(Quer acompanhar no mapa os pontos turisticos que estamos conhecendo? De uma olhada no mapa personalidado do blog: de um zoom em Torino e procure os pontos marcados; conforme forem citados, eles vao aparecer por la).

Castelo do Valentino.

O nucleo inicial do parque é considerado o Castello del Valentino, que herdou o seu nome do proprio parque, e é tambem um edificio historico de Torino. O antigo castelo, comprado por Emanuele Filiberto de Savoia, o duque “Testa di Ferro”, foi reformado no século XVII por uma das “madama reale” – Maria Cristina de Bourbon, esposa de Vittorio Amedeo II de Savoia e filha de Henrique IV, primeiro rei da França da dinastia Bourbon – o que explica o estilo frances da reforma. A duquesa Maria Cristina viveu ali durante décadas: fofocas historicas dizem que o castelo era um ponto de encontro para os seus amantes (nobres e servos) e que ela teria construido poços, tuneis, galerias e passagens subterraneas para garantir a proteçao dos seus segredos; até mesmo um tunel que atravessava o leito do rio Po’ e chegava até a outra margem, onde a duquesa possuia o castelo da vinha real. No século XIX o castelo sofreu reformas e abandono, até que em 1860 seria escolhido para abrigar a Faculdade de Engenharia Torinese; hoje em dia é uma das sedes do Politecnico de Torino e sedia a Faculdade de Arquitetura.

Castelo Valentino, vista do rio.

Outra das estruturas existentes no parque é o Borgo Medieval, que nao é uma construçao medieval propriamente dita. Pensado e construido para a Exposiçao Geral Italiana de 1884, é uma reconstruçao de um burgo tardo-medieval com todas as principais caracteristicas estilisticas e arquitetonicas de prédios piemonteses e val d’ostanos da época, em escala real e com os mesmos materiais; a intençao inicial era de construi-lo para a feira e logo apòs desmonta-lo novamente, mas foi feito diversamente, e o Borgo se tornou em 1942 um museu dedicado à arquitetura e cultura medievais. Dentro do burgo se encontram: vielas, casas, igrejinhas, praças, fontes, decoraçoes de época e lojas artesanais que funcionam desde 1884 até hoje vendendo artigos medievais – tudo cercado por muros e fortificaçoes e completado por uma “rocca”, estrutura de defesa tipico medieval. É um lugar genial para quem curte historia e cultura medieval! Alem das lojas em funcionamento, o Borgo tambem sedia exposiçoes, feiras e festas tematicas.

Borgo medieval visto do rio.

Borgo medieval, outro lado.

Borgo medieval por dentro.

Enquanto no parque, sao realizadas mostras de flores e jardins durante o ano, que ficam espalhadas por todas as fontes, mini cascatas e pequenos riachos resultados do projeto paisagistico. Uma das fontes mais famosas é a Fontana del Ceppi, também chamada de “Doze meses”, uma grande fonte rococò circundada por 12 estatuas representando os 12 meses do ano.

Jardins e aguas do parque.

Fontana del Ceppi.

Fontana del Ceppi.

Fontana durante o inverno.

Alem das atividades culturais, o parque é um dos lugares onde as pessoas vao para correr, passear com os cachorros, andar de bicicleta, se encontrar, fazer pique-niques ou simplesmente descansar – é um dos pontos de encontro da cidade em dias de descanso como finais de semana e feriados. Para mim é um dos meus lugares preferidos da cidade (se nao estiver nevando, chuvendo ou muito frio), ja fui inumeras vezes para visitar o borgo, fazer turismo, passar uma tarde e tambem para participar do pique-nique da “pasquetta” – a segunda-feira apòs a Pascoa -, feriado tradicionalmente comemorado com a familia e amigos durante o dia. Com certeza é um dos pontos de Torino que nao pode ser deixado de fora durante uma visita, eu recomendo!

Enfim, o parque.

2 respostas em “Pontos turísticos: Parco Valentino, Castello e Borgo.

  1. Excelente post, estava procurando algo com consistência e dados históricos para colocar no meu blog e seu post foi muito util citarei você por lá dando os seus créditos, ok?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s