Bardonecchia e Forte de Exilles: neve, História e lendas.

Antes de começar realmente o ano, não posso deixar de compartilhar com vocês o ultimo passeio que eu fiz em 2012, exatamente no ultimo sábado do ano – 29/12. Fizemos um passeio curto e pratico de carro para uma cidade à 96 km oeste de Torino e que pertence a região do Piemonte, mais precisamente no Val de Susa: Bardonecchia é uma pequena cidade de montanha, de apenas 3 mil habitantes, especialmente famosa pelas estações de esqui e muito procurada pelos entusiastas de esportes de inverno – inclusive foi uma das sedes dos eventos dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006. Atravessando as montanhas chega-se exatamente na fronteira com a França.

Construçao tipica de montanha, em Bardonecchia.

Construçao tipica de montanha, em Bardonecchia.

O nome da cidade vem do povo que a ocupou no inicio da Idade Média, os longobardos (“Bardonisca”, “Bardonesca” e finalmente “Bardonecchia”). A região foi palco de varias invasões, imigrações, conquistas e guerras já desde o século X com os Sarracenos, com Napoleão no século XVIII até as guerras mundiais no século XX com a invasão do vale pelas tropas alemãs – impedindo o turismo estivo e invernal que já acontecia nas montanhas desde o inicio dos 1900.

Pequenas portas e colinas... o que isto me lembra?

Pequenas portas e colinas… o que isto me lembra?

Continuar lendo

Anúncios

Cidades: Torino, Introdução.

Hoje chegamos a uma estação muito importante dessa viagem, chegou a hora de conhecermos Torino! Ao chegar na Itália, depois de Chieri (a cidade onde eu moro), Torino foi a segunda cidade que conheci, e a primeira capital e grande centro urbano – logo logo ela iria se tornar o ponto central de praticamente todas as coisas que eu faço por aqui. Com este post pretendo fazer uma introdução à Torino e os seus fatos e pontos interessantes; tem tanta coisa à ser falado sobre a cidade que muito do que será citado aqui vai ganhar depois um post especial aprofundando os diferentes assuntos.

Skyline de Torino com os Alpes.

Torino é a capital da Região Piemonte, fica a noroeste da Itália e é a 4° maior cidade italiana – conta com quase 1 milhão de habitantes de acordo com o ultimo censo. É considerada um importante centro industrial, cultural e histórico, apesar de não estar no roteiro tipico dos turistas. Se encontra numa planície cortada por vários rios, um deles o importante rio Po’, que inclusive corta a cidade de sul a norte. Informações técnicas e detalhes demográficos não são difíceis de encontrar pela internet, o que é interessante contar aqui é um pouco da historia da cidade e dos seus charmes. Só para começar com alguns detalhes interessantes e desconhecidos para o publico geral: Torino foi a primeira capital da Itália unificada, foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006 e é considerada a capital italiana da industria automobilística – a FIAT (Fabrica Italiana Automóveis Torino) começou aqui, já ouviram falar?

Continuar lendo

Cidades: Chieri!

Uma dos topicos que eu pretendo abordar no blog sao as cidades que visitei e conheci por aqui. E nada faz mais sentido do que começar por Chieri, minha central de operaçoes. Vamos entao fazer uma parada na Estaçao de Chieri:

Vista paronamica da Igreja de San Giorgio.

Chieri é uma cidadezinha de mais ou menos 36 mil habitantes que fica na Provincia de Torino, na Regiao do Piemonte. Aqui o pais nao é dividido em estados, como no Brasil, mas em regioes que por sua vez sao divididas em provincias e cada provincia, em varias “comune” – o nome italiano para cidade/prefeitura. Eu sempre digo para os meus amigos que eu moro na area metropolitana de Torino, e isso é mais ou menos verdade; o certo é dizer provincia, mas hoje em dia ja nos acostumamos a dizer que Torino tem uma area metropolitana, como Roma, Milano e as outras grandes cidades. Aqui na Italia é normal uma cidade ter um outro nome, ou digamos assim, um “apelido” e durante a Idade Média Chieri tambem era conhecida como “A cidade das 100 torres” (hoje quase todas derrubadas ou incorporadas nos prédios que as cercaram).

Como me contaram uma vez como “historia” local (e na verdade pode-se mais considerar lenda), diz-se que o nome da cidade teria origem em uma piada feita por ninguem mais, ninguem menos do que Federico I, o Barbarossa em 1154: depois de ter destruido a cidade em uma batalha, ele se virou para as ruinas da cidade e disse: “E tu, chi eri?” (“E tu, quem eras”?). Seria épico, se nao fosse uma historia totalmente sem comprovaçao… A cidade em si é muito mais antiga do que a piada.

Continuar lendo